Qual a diferença entre despesa, gastos e custos?

Todo gestor sabe que a movimentação financeira do seu negócio deve ser controlada atentamente. O fluxo de caixa, com a verificação dos valores que entram e saem, deve ser analisado e acompanhado diariamente. Infelizmente, é nessa parte que muitas empresas pecam.

Para tentar ajudar nisso, separamos as diferenças entre três palavras da gestão financeira que causam confusão e que muitos pensam tratar-se da mesma coisa: despesa, gastos e custos. O site Saia do Lugar oferece uma visão simplificada dos termos, que pode te auxiliar a compreender a diferença entre eles e conseguir, dessa forma, melhorar ainda mais o seu controle financeiro. Vamos lá!

Despesas

Valores investidos na estrutura comercial e administrativa do seu negócio. São divididas em despesas fixas e despesas variáveis.

Fixas: gastos mensais estáveis, que o negócio vai ter sempre independentemente das vendas ou quantidade de serviço. Por exemplo: aluguel, água, energia elétrica, telefone, salários dos funcionários.

Variáveis: responsáveis pelo faturamento do seu negócio, ligadas diretamente às vendas e à produção do seu empreendimento em determinado período. Por exemplo, uma loja de confecção de agasalhos. Nos meses mais frios as vendas aumentam e o gestor terá gastos maiores com tecidos e aviamentos. Isso significa que as despesas variáveis dele aumentam. O gerenciamento dessas despesas é um pouco mais complicado e requer um planejamento eficiente.

Gastos

Valores que o empreendedor utiliza para obter serviços, produtos ou bens para a empresa. São geralmente imprevisíveis (não previstos no orçamento) e não podem ser repassados ao cliente. Por exemplo: compra de veículos em nome da pessoa jurídica, compra de móveis, equipamentos e máquinas.

Custos

Valores desembolsados pela empresa com a finalidade de realizar um serviço. Podem ser diretos ou indiretos.

Diretos

Diretamente ligados à produção. Por exemplo: matéria-prima, embalagens, mão de obra utilizada na fabricação ou acabamento de produtos, encargos sociais, encargos salariais, máquinas e equipamentos.

Indiretos

Não têm ligação com produtos específicos, geralmente estão ligados a alguma necessidade de reparação. Por exemplo: manutenção de equipamentos, equipes de vigilância e limpeza.

Lembre-se: poder ter uma gestão financeira eficiente, o empreendedor precisa saber diferenciar e calcular despesas, gastos e custos. Assim, ele tem a noção exata de como o dinheiro está sendo investido, além de maior possibilidade de lucro e crescimento.

O que achou desse post? Envie suas dúvidas nos comentários!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s