Use a tecnologia para lembrar do que o seu cliente gosta

Qualquer cliente se sente valorizado quando o vendedor sabe exatamente o que ele gosta (e o que não gosta), quando mostra exatamente o que ele quer ver, quando lembra de detalhes da última venda. É a mesma sensação de sentar na cadeira do cabeleireiro e não precisar explicar o que você quer. Ou de entrar em um restaurante que você frequenta e nem precisar pedir o prato: a menos que hoje seu pedido não seja “o de sempre”.

O ideal é atender cada cliente assim: como se ele fosse único. Mas não é fácil ter memória para lembrar dos hábitos de cada um como o garçom do seu restaurante preferido. Se a sua memória não é infinita, a tecnologia pode oferecer essa extensão. Veja dicas para conhecer cada o que cada cliente quer ainda que ele não seja um desses frequentadores assíduos, “de casa”.

Histórico de compras

Mantenha no sistema da sua loja um histórico detalhado de compras. Se os números – o quanto o cliente comprou, como pagou, etc – ajudam a elaborar cálculos estratégicos, como o analisar o lucro da empresa ou ticket médio, detalhar o que foi comprado ajuda a equipe de vendas a ser mais assertiva na próxima compra.

Antecipe-se

Já falamos aqui sobre personalização de vendas. Um histórico de compras bem organizado também possibilita que a equipe de vendas saiba, antes que o consumidor perceba, que ele está precisando determinado produto/serviço. Entrar em contato com os seus clientes neste momento ainda torna a sua abordagem mais simpática: porque você não está ligando simplesmente para vender algo, mas oferecendo um serviço de lembrá-lo do que ele precisa: a troca de óleo, as lentes dos óculos, o tênis de corrida, por exemplo.

WhatsApp

Contatos feitos via WhatsApp, cada vez mais frequentes, ajudam também a alimentar o histórico de compras e de preferências de cada cliente. Aproveite as mensagens trocadas entre empresa e consumidor para obter dados que farão o vendedor, na próxima ocasião, oferecer o produto certo, na hora certa: consequentemente, com maiores chances de venda.

E aí, o que achou das dicas?

Deixe uma resposta