O que faz com que o cliente volte à sua loja?

Imagine que você é vendedor em uma concessionária de veículos. Certamente, por se tratar de um produto que requer um grande investimento, você não costuma fazer vendas todos os dias. Por isso, quando você as faz (normalmente, depois de receber o cliente, acompanhá-lo no test drive, tirar muitas e muitas dúvidas e, provavelmente, recebê-lo na loja mais de uma vez), você merece aproveitar este momento. Parabéns!

O erro de muitos vendedores é esquecer do cliente depois que a venda foi feita. O carro está pago e a sua comissão está garantida. Mesmo assim, você ainda precisa dar atenção a este consumidor toda vez que ele voltar a entrar em contato. Talvez ele tenha alguma dúvida, ou quem sabe até uma reclamação. Por favor, pelo bem de sua loja, não ignore este cliente. É ele que vai falar bem (ou mal) da sua loja e do seu atendimento. O chamado pós-venda é um “detalhe” importante que garante que esse cliente volte à sua loja. No caso do exemplo do texto, daqui a alguns anos, quando ele decidir trocar de carro, pode escolher procurar você ou não, dependendo da experiência de compra que teve (que, acredite, ele ainda vai lembrar).

Atenção durante e após a venda, portanto, é crucial para que o cliente volte, ou que ele indique o seu negócio para parentes e amigos.

Outra dica para garantir isso é conhecido como “o extra”. E se você é empreendedor, deve saber bem sobre isso: existem colaboradores que fazem exatamente aquilo o que é esperado e vão para casa, e existem aqueles que surpreendem e fazem sempre um pouquinho a mais. Esse “a mais” é o que muitas vezes chama a atenção do cliente, que hoje tem tantas opções à disposição. É aí que a sua venda se diferencia. Entregar ao cliente mais do que ele estava esperando pode ser um brinde, um desconto, uma atenção especial no atendimento, uma ajuda na hora de solucionar um problema… as opções de o que você pode oferecer ao consumidor variam de acordo com o seu negócio, claro. Mas sempre importante lembrar-se disso: o que eu poderia estar oferecendo para deixá-lo mais satisfeito? Não se trata de “puxar o saco”. Mas sim de garantir que ele tenha uma boa experiência em sua loja e que sinta que recebeu a atenção que merecia.

E você, lojista? Tem outras dicas para fazer com que o cliente volte? Vamos adorar ler as suas sugestões.

Deixe uma resposta