Gerencie o seu fluxo de caixa e garanta a saúde financeira do seu negócio

O Fluxo de Caixa é como o pulmão financeiro de uma empresa. Para que o seu empreendimento respire bem e tenha fôlego para voar mais alto, o controle eficiente do Fluxo de Caixa é fundamental.

Para empresas que estão começando, a má gestão do fluxo de caixa pode levar à falência rapidamente. Por isso, cabe ao gestor financeiro se familiarizar com o ciclo de fluxo de caixa para garantir equilíbrio do dinheiro que entra e sai.

O que é Fluxo de Caixa

Ele é uma ferramenta de apoio, que o empreendedor preenche com os dados financeiros da empresa em um determinado período. Ele pode ser diário, semanal ou até mesmo mensal.

O fluxo de caixa tem 5 partes básicas:

  1. Saldo inicial

É o dinheiro disponível em caixa e em todas as contas bancárias

  1. Entradas de caixa

 São vendas à vista e outros recebimentos do dia

  1. Saídas de caixa

São todos os pagamentos feitos no dia

  1. Saldo operacional

É o resultado das Entradas de caixa menos as Saídas de caixa

  1. Saldo final de caixa

É a soma do Saldo inicial com o Saldo operacional 

Pra que serve o fluxo de caixa

O fluxo de caixa ajuda o empreendedor a enxergar essas movimentações financeiras ao longo do tempo e tomar as melhores decisões com o dinheiro da empresa.

Com o fluxo de caixa, o empreendedor consegue responder:

  • Vai faltar ou vai sobrar dinheiro no futuro?
  • Posso dar mais prazo para os meus clientes?
  • Preciso negociar algum prazo com meus fornecedores?
  • Preciso pegar dinheiro emprestado?

Primeiro passo para a análise financeiro do seu negócio

De acordo com o Sebrae, o Fluxo de Caixa é um instrumento de gestão financeira que projeta para períodos futuros todas as entradas e as saídas de recursos financeiros da empresa, indicando como será o saldo de caixa para o período projetado.

De fácil elaboração para as empresas que possuem os controles financeiros bem organizados, ele deve ser utilizado para controle e, principalmente, como instrumento na tomada de decisões.

O Fluxo de Caixa deve ser considerado como uma estrutura flexível, no qual o empresário deve inserir informações de entradas e saídas conforme as necessidades da empresa.

Com as informações do Fluxo de Caixa, o empresário pode elaborar a Estrutura Gerencial de Resultados, a Análise de Sensibilidade, calcular a Rentabilidade, a Lucratividade, o Ponto de Equilíbrio e o Prazo de retorno do investimento. O objetivo é verificar a saúde financeira do negócio a partir de análise e obter uma resposta clara sobre as possibilidades de sucesso do investimento e do estágio atual da empresa.

Para fazermos uma análise financeira, projetamos o Fluxo de Caixa para um ano e totalizamos as informações anuais, conforme a Planilha Fluxo de Caixa do Sebrae .

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s