Como está o comércio caxiense?

3 minutos para ler

Baixe o Termômetro de Vendas aqui, e tenha todos os dados e números da economia local.

Foi apresentada a nova pesquisa do comércio caxiense referente a março de 2017. Se você é gestor, empresário ou pretende ser, disponibilizamos o material para que você possa entender quais dos índices podem refletir no seu negócio e quais estratégias e ações podem melhorar o resultado da economia da sua empresa. Leia abaixo um resumo dos principais números abordados no Termômetro de Vendas. 

___________

COMÉRCIO CAXIENSE REGISTRA CRESCIMENTO DE 6,28% EM MARÇO, QUANDO COMPARADO A FEVEREIRO DESTE ANO.

O ramo duro teve um crescimento positivo em relação a fevereiro deste ano, com índice de 17,66%. Em termos reais, há uma expansão nas vendas de 7,26%, e no acumulado de doze meses um crescimento negativo de – 1,69% contra 4,15% do mês anterior. Destaque para os setores de Informática e Telefonia com 35,03%, Automóveis, caminhões e autopeças novas com 44,24%; Óticas, Joalherias e Relojoarias com 5,10%, Material de Construção com 8,25%, Material elétrico com 9,49% e Eletrodomésticos, Móveis e Bazar com 3,47%; que apresentaram desempenho positivo.

Por outro lado, no ramo mole, a variação entre fevereiro e março de 2017 foi de 18,32% negativos contra 5,70% positivos do mês anterior. Já em termos reais, a variação sob o mesmo período do ano anterior é de 17,33% negativos, e no acumulado de doze meses, há um crescimento negativo de 18,58% inferior ao mês anterior, que foi de -19,39%.

No ramo mole, dois seguimentos apresentaram variação positiva entre fevereiro e março foram Vestuário e Calçados com 23,59%, Livraria e Papelaria com 49,98%, já os seguimentos de Produtos Químicos (-48,61%), Farmácia (-22,01%) apresentaram comportamento negativo.

Empregos:

No que diz respeito a emprego, março foi um mês de saldo positivo de contratações da ordem 149 vagas, representando um aumento de 0,10%. O comércio apresentou um saldo positivo de contratações de 19 vagas, um ritmo menor ao registrado no mês anterior, que foi de 35 vagas, com uma variação de 0,07%.

Inadimplência:

Em relação a inadimplência, a inclusão de CPF’s junto ao SPC aumentou em 0,47%, em relação ao mesmo período do ano passado e diminuiu 0,11%, em relação a fevereiro deste ano.

Em relação a inclusões de débitos no SPC registrou-se uma diminuição em relação a março de 2016 (6,81%), e um crescimento em relação a fevereiro deste ano (26,23%).

A inclusão de cheques também acusou diminuição de 35,13%, em relação ao ano passado, porém aumento de 18,30%, em relação ao mês anterior.

O comércio caxiense apresentou uma expansão de 6,28% em março, um resultado significativo quando comparado ao número negativo do mês anterior (6,91%).  A recuperação deste mês concentrou-se no seguimento do ramo duro, com exceção do setor de implementos agrícolas que teve resultado negativo (25,55), os demais apresentaram números positivos. O ramo mole apresentou resultado negativo de 18,32%, sendo que a maior queda foi no setor de Livraria, papelaria e brinquedos (62,71), seguida por vestuário, calçados e tecidos (0,36). Já em relação a março de 2016, o resultado é inferior em 2,10%. O resultado reflete uma tênue recuperação nas vendas que poderá a vir a se consolidar nos próximos meses.

Você também pode gostar

3 thoughts on “Como está o comércio caxiense?

  1. I wanted to post you that tiny remark to say thanks a lot over again just for the nice secrets you have featured in this case. It was really seriously open-handed with you to grant publicly just what many individuals might have offered for an ebook to generate some dough for themselves, mostly now that you might have tried it in case you desired. These secrets as well served to be a good way to fully grasp that other people online have the identical fervor much like my personal own to know the truth more regarding this matter. I am sure there are numerous more pleasant periods in the future for many who read your site.

Deixe um comentário