Como está o comércio caxiense?

Baixe o Termômetro de Vendas aqui, e tenha todos os dados e números da economia local.

Foi apresentada a nova pesquisa do comércio caxiense referente a março de 2017. Se você é gestor, empresário ou pretende ser, disponibilizamos o material para que você possa entender quais dos índices podem refletir no seu negócio e quais estratégias e ações podem melhorar o resultado da economia da sua empresa. Leia abaixo um resumo dos principais números abordados no Termômetro de Vendas. 

___________

COMÉRCIO CAXIENSE REGISTRA CRESCIMENTO DE 6,28% EM MARÇO, QUANDO COMPARADO A FEVEREIRO DESTE ANO.

O ramo duro teve um crescimento positivo em relação a fevereiro deste ano, com índice de 17,66%. Em termos reais, há uma expansão nas vendas de 7,26%, e no acumulado de doze meses um crescimento negativo de – 1,69% contra 4,15% do mês anterior. Destaque para os setores de Informática e Telefonia com 35,03%, Automóveis, caminhões e autopeças novas com 44,24%; Óticas, Joalherias e Relojoarias com 5,10%, Material de Construção com 8,25%, Material elétrico com 9,49% e Eletrodomésticos, Móveis e Bazar com 3,47%; que apresentaram desempenho positivo.

Por outro lado, no ramo mole, a variação entre fevereiro e março de 2017 foi de 18,32% negativos contra 5,70% positivos do mês anterior. Já em termos reais, a variação sob o mesmo período do ano anterior é de 17,33% negativos, e no acumulado de doze meses, há um crescimento negativo de 18,58% inferior ao mês anterior, que foi de -19,39%.

No ramo mole, dois seguimentos apresentaram variação positiva entre fevereiro e março foram Vestuário e Calçados com 23,59%, Livraria e Papelaria com 49,98%, já os seguimentos de Produtos Químicos (-48,61%), Farmácia (-22,01%) apresentaram comportamento negativo.

Empregos:

No que diz respeito a emprego, março foi um mês de saldo positivo de contratações da ordem 149 vagas, representando um aumento de 0,10%. O comércio apresentou um saldo positivo de contratações de 19 vagas, um ritmo menor ao registrado no mês anterior, que foi de 35 vagas, com uma variação de 0,07%.

Inadimplência:

Em relação a inadimplência, a inclusão de CPF’s junto ao SPC aumentou em 0,47%, em relação ao mesmo período do ano passado e diminuiu 0,11%, em relação a fevereiro deste ano.

Em relação a inclusões de débitos no SPC registrou-se uma diminuição em relação a março de 2016 (6,81%), e um crescimento em relação a fevereiro deste ano (26,23%).

A inclusão de cheques também acusou diminuição de 35,13%, em relação ao ano passado, porém aumento de 18,30%, em relação ao mês anterior.

O comércio caxiense apresentou uma expansão de 6,28% em março, um resultado significativo quando comparado ao número negativo do mês anterior (6,91%).  A recuperação deste mês concentrou-se no seguimento do ramo duro, com exceção do setor de implementos agrícolas que teve resultado negativo (25,55), os demais apresentaram números positivos. O ramo mole apresentou resultado negativo de 18,32%, sendo que a maior queda foi no setor de Livraria, papelaria e brinquedos (62,71), seguida por vestuário, calçados e tecidos (0,36). Já em relação a março de 2016, o resultado é inferior em 2,10%. O resultado reflete uma tênue recuperação nas vendas que poderá a vir a se consolidar nos próximos meses.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s