7 erros na hora de fazer campanhas de Black Friday

1 – Frustrar o cliente:

O que isso significa? Super promoção anunciada no megafone, papel picado pelo chão, balões voando, banner gigante lá fora. O cliente entra na loja esperando grandes descontos de Black Friday e se depara com UMA arara de roupas em promoção (e o restante da loja com preço normal). Não cause falsas expectativas nos clientes. Se a sua promoção de Black Friday é mais modesta (o que é ok), não exagere na propaganda dela.

2 – Fazer o Black Friday apenas com os produtos encalhados:

Fazer uma promoção apenas com os produtos “que sobraram” faz com que o lojista perca a oportunidade de fazer com que o cliente volte à loja para próximas promoções, pois as peças não são tão interessantes.

3- Não saber quem é o cliente:

O varejista precisa entender quem é o público que está entrando na loja dele: só assim é possível pensar nas ações adequadas para a loja e preparar o ponto de venda para aquele cliente que entrará lá durante a ação.

4 – Esquecer da experiência de compra:

Muitos varejistas acabam esquecendo de uma coisa muito importante: a experiência de compra. O cliente, quando entra na loja, quer sentir-se acolhido, não só pelo atendente mas pelo ambiente, que tem que ser agradável e confortável. Não é só porque é Black Friday que isso deve ser esquecido. O lojista precisa entender o que o consumidor busca na loja e oferecer a melhor experiência possível para esse momento, não apenas o melhor preço.

5 – Não preparar a vitrine para a ocasião:

É  a vitrine que vai fazer com que o cliente entre na loja ou não.  A decoração não pode falar mais alto do que o produto que está sendo vendido. Seja criativo, mas evite a poluição visual. E não, não é necessário escrever Black Friday em letras gigantescas na vitrine da loja.

6 – Não dar atenção ao cliente:

As equipes de vendas precisam estar preparadas para serem consultoras de venda, não apenas meras vendedoras. O colaborador precisa acolher o cliente quando ele entra, fazendo com que ele se sinta à vontade, confortável e importante para a loja. Talvez a loja esteja mais movimentada por causa da promoção de Black Friday: não deixe de dar atenção a todos os clientes que entrarem nela.

7 – Não anunciar nas redes sociais que a loja está em Black Friday:

O site, Facebook e Instagram são os aliados da sua loja: eles são os grandes responsáveis por trazer os seus clientes até o espaço onde a promoção está ocorrendo. Não se esqueça de preparar a promoção também nas redes (sem exagerar na quantidade de posts).

Publicado por

marketingcdl

A CDL Caxias é a maior entidade do movimento lojista do Rio Grande do Sul e a está entre as maiores do Brasil em número de associados. É afiliada à CNDL – Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas que congrega 1600 CDL´s e 600 associações comerciais, reunindo 2.200 mil entidades no Brasil e 800 mil pontos de vendas e à FCDL – Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul que reúne 152 CDL´s, 20 associações comerciais e 40 mil pontos de vendas no Estado. O trabalho sério desenvolvido pelos 30 presidentes que já atuaram na entidade ao longo destes 50 anos, diretores e profissionais que participaram da CDL Caxias é respaldado pelas muitas conquistas que a entidade obteve. Uma das mais importantes veio no ano final de 2005, quando a entidade, entre todas as CDLs do país, ganhou o 1º lugar na Categoria Serviços aos Associados na 46ª Convenção Nacional do Comércio Lojista, realizada em Maceió, Alagoas.

2 thoughts on “7 erros na hora de fazer campanhas de Black Friday”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s