Além do puff: a empresa do futuro é um lugar agradável em todos os espaços

Escritórios de tecnologia como o Google e o Facebook lançaram uma moda na arquitetura dos ambientes corporativos que tem feito muita gente sonhar com um emprego em um lugar assim.  O escritório do futuro é descolado, divertido e relaxante.

Eles têm pufes, redes e vídeo games para as áreas de descanso. Propõem espaços coloridos e divertidos para relaxar no intervalo. Há, inclusive, escritórios equipados com escorregadores, mesas de sinuca e frigobar com cerveja, porque “ninguém é de ferro”. O modelo, no entanto, pode se tratar de um sonho pouco funcional na realidade.

Para o arquiteto Enrico Benedetti, especializado em ambientes corporativos, as chamadas “áreas de descompressão” não são suficientes para um espaço de trabalho adequado. “O funcionário não tem que ser comprimido para depois procurar descompressão”, afirma o arquiteto.

Confira algumas dicas para o ambiente ser acolhedor em todos os espaços:

PERSONALIZE

Uma mesa de ping pong realmente combina com a sua equipe? Nem tudo o que é descolado serve aos seus colaboradores ou cabem no seu tipo de negócio. Um banco, por exemplo, precisa de um espaço, ainda que de lazer, mais formal do que uma agência de design, por exemplo. Procure ter isso em mente ao pensar no ambiente de trabalho. O primeiro passo: ouça quem vai trabalhar ali.

ESQUEÇA O GOOGLE

“As empresas chegam a nós querendo um escritório como o Google. Mas perguntamos, vocês são o Google? Trabalham como eles?”, explica o arquiteto. Segundo ele, a produtividade não é garantida apenas pelos espaços de descontração e lazer. Inclusive, ter um espaço na empresa destinado à “descompressão” pode ser sinal de que as demais áreas são compressoras demais. Busque o ambiente confortável, em primeiro lugar, propício ao trabalho colaborativo e à descontração.

PROPICIE O ENCONTRO

Um espaço de descontração não precisa, necessariamente, ter pufes ou redes. Uma das contribuições mais importantes dessas áreas é a convivência que ela propõe. Crie espaços onde seus colaboradores possam conversar, trocar ideias além dos assuntos de trabalho e interagir. E pode ser algo simples, como uma adequação na cozinha, com bancos, por exemplo.

BEM-ESTAR ALÉM DA ARQUITETURA

A sensação de bem-estar não depende só da estrutura física da sua empresa. Criar um clima agradável, de respeito, de silêncio (quando ele é fundamental para o negócio) de cumplicidade entre as pessoas também são ações que motivam a equipe e ajudam a criar um ambiente agradável de trabalho.

O que você pensa a respeito? Deixe nos comentários!

Deixe uma resposta