Gestão participativa para 2019. Que tal essa ideia?

Estamos nos encaminhando para o final de mais um ano e já está na hora de pensar o que você gostaria de ver diferente na sua empresa para o ano que vem. Será que você está tendo tempo suficiente para dar atenção às coisas que realmente importam? Será que poderia estar delegando mais algumas tarefas

Todos sabem da importância de saber delegar. Um bom gestor não acumula em si todas as responsabilidades da empresa, até porque se fizer isso, dificilmente estará conseguindo resolver todas elas. E, provavelmente, estará à beira do stress (ou afundado nele). Mas segundo um texto de Leonardo Pereira, fundador da Selfit Academia, no site Endeavor, delegar vai muito além de abrir espaço na agenda do empreendedor. Ele diz: “Todos os dias, reservo ao menos 30% da minha agenda para que fique livre de compromissos, aberta para reflexões e insights. Mas só consigo fazer isso liderando a Selfit porque desenvolvemos uma forte cultura de pertencimento nas lideranças e em todo o time.”

Ele conta que na empresa criaram a chamada “cultura de dono”. Nela, eles descentralizaram as decisões e começaram a delegar mais responsabilidades. “Essa cultura é tão forte que influencia, principalmente, a postura e os resultados do time que desenvolve autonomia e cabeça de dono. Nós valorizamos muito o conceito de capabilidade, de cada um dos nossos funcionários espalhados nas nossas dezenas de unidades serem capazes de exercer atividades diferentes quando mais for necessário. De Manaus a Salvador, nós precisamos oferecer o mesmo nível de experiência, por isso capacitar o time em diferentes níveis e tipos evita soluços na gestão. Eu acredito muito na gestão participativa, por isso no momento de definir estratégias e caminhos, envolvemos também as pessoas que farão parte da entrega, construindo a quatro mãos.”

Para a empresa, esse trabalho de delegar tarefas e confiar as responsabilidades nos colaboradores resultou em ganho de espaço na agenda e tempo para que os gestores se foquem em desenhar estratégia e expansão.

Pense nesse case ao planejar as estratégias para 2019. Analise, desde já, as tarefas que você está disposto a delegar e use seu tempo com atividades mais críticas para o seu negócio e desenvolvimento. Confie em quem vai desempenhá-la. Dê a essa pessoa todo o suporte para que ela possa realizar esse trabalho.

E boa sorte!

Deixe uma resposta