10 ERROS COMUNS DOS NOVOS EMPREENDEDORES

Fato: empreendedor tem vida fácil só na imaginação de quem não é. Quem inicia um novo negócio percebe, desde o surgimento da ideia, que o risco é inerente ao processo, que há mais conselhos negativos do que positivos e que decidir tirar o projeto do papel é uma tarefa, na maioria das vezes, solitária, cheia de dúvidas e de medo, mas empolgante também.

Se você compartilhou com alguém a ideia do seu novo empreendimento ou já teve coragem para iniciá-lo, deve ter acumulado uma lista longa de dicas. Mesmo assim, nós também montamos uma relação com os principais erros dos empreendedores iniciantes. E aqui já está nossa primeira dica: leia tudo e selecione o que serve para o seu negócios.

1. Dar ouvidos as negações

“Não vai dar certo”, “estamos em crise”, “esse mercado está esgotado”… Você vai ouvir várias negativas assim, mas não desanime! Perceba que, em geral, elas vêm sem nenhum fundamento técnico, sem pesquisa, sem credibilidade. É de informações confiáveis, e não de “eu acho” que você precisa correr atrás.

2. Desconsiderar completamente as opiniões

Ouvir opiniões sobre a sua ideia não é um erro. O erro é não selecionar o que você vai ouvir e utilizar… Cerque-se de pessoas cuja opinião faça sentido ao seu negócio, valorize a disposição delas em contribuir e preste atenção no que elas têm a dizer.

3. Pensar no seu desejo de consumidor

Uma loja de roupas com o seu estilo, um restaurante da comida que você ama e não tem aqui, um serviço que você sempre quis… Tudo isso pode parecer uma grande ideia de negócio, mas pode virar frustração. Talvez a loja, a comida e o serviço que você sonhou sejam interessantes só para você. Baseie suas decisões em pesquisas e informações palpáveis.

Já passou da fase iniciante há tempos mas continua difícil? Veja 3 passos para evitar a falência

4. Ser empresa de um cliente só

A possibilidade concreta de um grande cliente pode parecer a solução para a criação da sua empresa. Na prática, o risco não compensa o investimento e limita muito as suas possibilidades de conhecer o mercado, aperfeiçoar seu negócio e adaptar-se às mudanças.

5. Apostar no escuro

O seu novo negócio não precisa ser igual ou ter as mesmas ofertas do seu último emprego. Mas precisa ter afinidade com o que você gosta e sabe fazer. Abrir uma empresa, por modismo ou sensação de oportunidade, mas completamente fora do seu conhecimento, é jogar para perder.

6. Escolher os sócios/investidores errados

Alguém cuja única qualidade como parceiro seja a disponibilidade de recursos para investir no negócio não é a sua melhor opção. Busque pessoas que entendam do segmento, que compreendam a sua ideia e que estejam firmes para apostar nela. Priorize a confiança e a afinidade de propósitos. É mais eficaz um parceiro com poucos recursos e ideias alinhadas do que um com mais recursos do que confiança no seu projeto.

Como escolher a “pessoa certa para você” e fazer a sociedade durar

7. Não planejar

Planejamento minucioso não é perda de tempo, atraso, perfumaria… Planeje os mínimos detalhes do seu novo negócio – isso inclui como ele vai impactar sua rotina pessoal –, antecipe problemas e soluções. Não deixe seu otimismo ignorar os desafios para o novo empreendimento.

Veja dicas para um bom planejamento estratégico

8. Atrasar mudanças

Orgulho faz muito mal aos novos empreendedores. A dificuldade em assumir que errou adia as soluções, a adaptação e as mudanças de estratégias fundamentais aos iniciantes.

Essa teimosia inclui a demora para corrigir erros de contratação e dispensar pessoas – funcionários, parceiros, fornecedores – que não contribuem com as suas metas.

9. Não dedicar tempo suficiente ao negócio

Um novo negócio paralelo tem menos chance de prosperar. A menos que, pelo menos no início, seja sua prioridade. Ainda que administrada por pessoas competentes, sua empresa precisa, especialmente nessa fase, do seu olhar atento.

10. Não dedicar tempo suficiente para si

Iniciar um negócio pode bagunçar sua rotina, aumentar consideravelmente sua carga de trabalho ser o seu único assunto… No entanto, é preciso encontrar tempo para relaxar, alimentar-se bem, conviver com a família e dormir. Se o novo negócio ultrapassar o nível aceitável de estresse, certamente seu rendimento cairá. Não importa o quão promissora seja a sua empresa: sua saúde vale mais.

Respire! Dicas para manter a calma no trabalho

Essas dicas foram úteis para você? Tem outro conselho que deveria estar aqui? Compartilhe conosco!

Deixe uma resposta