Indicadores de desempenho: como medir o sucesso da sua empresa

Os dados levantados no setor de Recursos Humanos importam a toda a empresa. Como são eles que fazem uma espécie de diagnóstico do negócio, todos os setores devem estar cientes e, de alguma forma, envolvidos com esses números. A partir da análise deles, é possível colocar em ação as estratégias. Veja alguns indicadores e como eles podem ajudar a medir o sucesso da sua empresa:

Indicadores de produtividade: aqueles que mostram o quanto é produzido na empresa. Quanto foi feito em uma manhã, por exemplo? Quanto cada funcionário é capaz de produzir por hora de trabalho? Qual a meta ideal? Estamos trabalhando abaixo dessa meta? Por que? É sempre importante fazer esses questionamentos a partir dos dados que indicam a produtividade. E, é claro, é preciso manter essas metas realistas e ter em mente que cada funcionário tem um ritmo diferente de trabalho.

Como dar um bom feedback para a equipe?

Indicadores de qualidade: o trabalho está sendo feito no tempo estimado, mas ele está sendo entregue da melhor forma possível? Qual a quantidade de erros, de avarias, de reclamações recebidas após a entrega? Fique atento a esses números negativos, sempre com o objetivo de reduzir a ocorrência de erros o máximo possível.

Indicadores estratégicos: início do ano e muitas empresas reúnem-se para estabelecer os objetivos da marca para o que vem por aí. Quem queremos ser? Quantos clientes a mais queremos atender? Essas discussões são muito válidas, desde que haja um acompanhamento sobre o quanto elas estão sendo transformadas em ações. Para isso servem os indicativos estratégicos, que orientam como a empresa se encontra em relação aos objetivos que foram estabelecidos.

Esses foram apenas três exemplos de o que o RH pode avaliar que serve para ser analisado por vários setores da empresa. É possível também estudar os indicadores de lucros e prejuízos, os números que medem o nível de satisfação dos funcionários (leia novamente 6 dicas para motivar a equipe a atender melhor os clientes), a taxa de rotatividade dos colaboradores, atrasos e faltas dos membros da equipe… não centralize tudo em apenas um setor da empresa.

Como gestor, é importante ter conhecimento atualizado do todo. Afinal, não dedicar tempo suficiente à análise do negócio é um dos erros comuns dos empreendedores, como já escrevemos neste texto.

Tem outras dicas sobre indicadores do andamento da sua empresa? Compartilhe com a gente!  

Deixe uma resposta