Os hábitos que mais atrapalham a produtividade

Será que o seu dia está rendendo tanto quanto poderia? Algumas coisas que a gente nem nota (pois estamos tão acostumadas com elas) podem ser as que mais minam o andamento da nossa produtividade. Confira:

WhatsApp

Ok, não vamos colocar toda a culpa nele. Mas é de se admitir que grande parte do tempo que você passa no celular você passa no WhatsApp. Além dele, é fácil se distrair com os Stories do Instagram, com as atualizações dos amigos no Facebook, com as tendências no Pinterest… o fato é que o celular é o número 1 quando se fala em distração. Quantas vezes você pega o seu celular na mão durante o dia? E durante o horário de trabalho? Pode não parecer, mas o número é grande (mais de 100 vezes ao dia para muita gente!) e acaba te tirando do foco de o que você realmente deveria estar fazendo.

Dica: existe um aplicativo gratuito chamado Moment, que indica justamente quantas vezes você usou o celular num dia e que te ajuda a controlar o número de vezes que você o acessa, com o objetivo de te ajudar a fazer isso cada vez menos e se concentrar no que realmente importa.

Caixa de emails

Hoje em dia, tudo parece ser urgente (mas não é). Muitas pessoas sentem a necessidade de checar a caixa de emails a cada 5 minutos (ou menos) e de responder a todos imediatamente. Essa ansiedade (que é super normal, não se preocupe se você também tem isso) é fruto do nosso tempo. Somos cobrados a responder tudo em questão de minutos. E esse hábito de conferir os emails a toda hora, para ver se tem alguma coisa importante por lá, também prejudica o que você precisaria estar fazendo de verdade.

Dica: estipule horários do dia para checar seus emails. E relaxe. Você não precisa ler e responder tudo imediatamente!

Reuniões

Elas ainda são necessárias, a gente sabe. Mas nem sempre. Se a reunião pode ser resolvida num email, não há necessidade de reunir as pessoas para isso. Resolva por email (sem desespero, como acabamos de te recomendar na dica acima). Quando a reunião realmente precisar acontecer, tenha uma pauta para os assuntos dela. Quem conduz a reunião (normalmente quem a convocou) precisa saber por onde começar, para onde a conversa deve ir e como ela vai ser encerrada. É preciso ter esse planejamento para que a reunião não saia do foco e que o tempo seja bem aproveitado. Todos devem sair daquele encontro com a sensação de que algo útil foi discutido ali e com a sua tarefa a realizar a partir dela.

Dica: Lembra que já falamos por aqui sobre como fazer reuniões mais eficazes? Releia no link.

Deixe uma resposta