Entenda o Cadastro Positivo

No dia 8 de abril, o presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou uma nova lei que torna automática a adesão dos brasileiros ao Cadastro Positivo.

Antes, a inclusão era voluntária: o consumidor deveria pedir a sua entrada no banco de dados. Hoje ele é automaticamente colocado lá. A mudança no Cadastro Positivo, serviço que existe desde 2011, pretende facilitar a concessão de crédito e diminuir a taxa de juros.

O Banco Central ainda deve editar uma regulamentação após a decisão do presidente, e, depois disso, há um prazo adicional para as empresas se adaptarem. Por enquanto, tire algumas dúvidas sobre o serviço:

O QUE É O CADASTRO POSITIVO?

É um banco de dados que apresenta o histórico de pagamentos realizados pelos consumidores e empresas. (O Cadastro Negativo aponta somente a situação atual de restrição ao crédito). Trata-se de um serviço gratuito. Sua finalidade é possibilitar aos consumidores acesso ao crédito com mais facilidade e juros menores (de acordo com a análise das empresas credoras), pois com seu histórico de pagamento disponível, eles conseguirão dar mais insumo às empresas no momento da análise de crédito.

PARA QUE SÃO USADAS AS INFORMAÇÕES?

As informações do histórico de pagamentos dos consumidores que constarem no Cadastro Positivo são utilizadas única e exclusivamente para subsidiar a análise de crédito, não podendo ser usadas para outras finalidades.

QUAL A PRINCIPAL MUDANÇA APROVADA PELO CONGRESSO NA LEI DO CADASTRO POSITIVO?

A principal mudança é no formato de entrada dos consumidores no Cadastro Positivo. Com o novo modelo, todos os consumidores passam a participar automaticamente do banco de dados.

O CONSUMIDOR É OBRIGADO A PERMANECER NA BASE DO CADASTRO POSITIVO?

Não. Os consumidores não são obrigados a permanecer na base do Cadastro Positivo e podem pedir a exclusão de seus dados, de forma gratuita a qualquer momento. Assim como podem voltar quando quiserem. As informações saem automaticamente do banco de dados e não ficam mais acessíveis para a consulta, seja do próprio consumidor ou das empresas que concedem crédito. As informações excluídas também não participam na composição da nota do score.

QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS VANTAGENS DO CADASTRO POSITIVO PARA OS CONSUMIDORES?

Proporcionar aos consumidores uma análise de crédito mais abrangente e assertiva, possibilitar que eles negociem melhores prazos e taxas de juros, de acordo com a análise de cada empresa, e facilitar a aprovação de empréstimos e financiamentos. A expectativa é que o Cadastro Positivo democratize o acesso ao crédito incluindo pessoas que até então não tinham essa oportunidade.

AS EMPRESAS TAMBÉM SERÃO INSERIDAS AUTOMATICAMENTE NO CADASTRO POSITIVO?

Sim. Todas as regras e benefícios que são direcionados aos consumidores pessoas físicas também devem ser considerados para as empresas, pois todas têm algum tipo de relacionamento comercial com fornecedores e clientes e, portanto, também terão um histórico de pagamentos.

Entenda mais aqui: https://www.spcbrasil.org.br/cadastropositivo/cadastre-se-aqui

Deixe uma resposta