Conheça quais são os 4 tipos de inadimplentes existentes

4 minutos para ler

Não importa qual seja o tamanho ou segmento do seu negócio, sempre têm aqueles clientes que não mantêm o pagamento em dia, não é mesmo? Além de prejudicar a continuidade do sistema operacional da empresa, a inadimplência é um problema que afeta (e muito) a economia do país. Por esse motivo, é de suma importância que você, como gestor, busque constantemente formas de reduzir a taxa de inadimplentes.

Para isso, conhecer os tipos de devedores que compõem a sua cartela de clientes é o primeiro passo para criar uma abordagem personalizada que garanta melhores resultados. Afinal de contas, só quem já precisou realizar uma cobrança sabe que essa tarefa requer cuidado e muito jogo de cintura para chegar a um acordo que seja satisfatório para ambos os lados.

Ou seja, conhecer seu cliente e saber qual tipo de devedor ele é torna-se essencial para você saber como agir em casos específicos, ok? Neste artigo, vamos mostrar os 4 tipos de inadimplentes existentes e explicar como lidar com cada um deles. Acompanhe a leitura!

1. Ocasional

O tipo de inadimplente ocasional é aquele que preza por manter as contas em dias e, por isso, sempre quita suas dívidas dentro do prazo. Contudo, por conta de um imprevisto, ele não consegue cumprir com o compromisso. Como mencionamos, esse perfil de consumidor sempre busca arcar com suas obrigações, logo, se sente ofendido quando é tratado como mau pagador.

Por esse motivo, a equipe responsável por realizar a cobrança deve adotar uma abordagem mais tranquila para que não corra o risco de desgastar a relação entre o cliente e a empresa. Nesse caso, o contato deve se assemelhar mais a um lembrete do que à uma cobrança propriamente dita.

2. Crônico

O devedor crônico também paga suas contas, no entanto, o que diferencia ele do tipo ocasional é a falta de um planejamento financeiro. Independentemente dos motivos, esse perfil de cliente sempre atrasa o pagamento das suas dívidas. Apesar de haver procrastinação para cumprir com os compromissos, ele sempre está disposto a assumi-los quando cobrado.

Diante disso, a abordagem não precisa ser severa, pois o cliente estará aberto a uma negociação. Porém, devido à sua falta de planejamento financeiro é necessário manter certa insistência nas cobranças para que ele se lembre de pagar as contas.

3. Negligente

O perfil negligente é bastante semelhante ao crônico, pois ambos não têm um planejamento financeiro. Contudo, esse tipo de devedor tende a ser mais descontrolado, pois tem o hábito de adquirir muitas dívidas sem analisar se realmente dará conta de honrar com todas elas. Por isso, oferece grandes riscos de manter a taxa de inadimplentes da sua empresa alta ou contribui para que haja perda irreversível do lucro.

Diante desses riscos, requer uma abordagem mais incisiva, porém sempre buscando manter um tom amistoso para não afugentar o cliente. Além disso, para que a cobrança tenha um retorno positivo é importante analisar bem o caso e se dispor em oferecer condições favoráveis de pagamento.

4. Mau pagador

O mau pagador é o tipo de inadimplente mais complicado de lidar. Isso porque não está aberto a negociações e tão pouco se incomoda com as medidas adotadas durante a cobrança, por isso, o contato é mais difícil e requer menos diálogo. 

Em casos como esses, a abordagem deve ser direta e incisiva, de maneira que fiquem claras para ele as ações judiciais que serão tomadas quando o pagamento não for efetuado. Além disso, não há necessidade de manter um tom amistoso, pois esse perfil de cliente não é considerado ideal para se fazer negócios.

Saber quais são os tipos de devedores existentes é essencial para você analisar como cada um lida com suas dívidas. Esse conhecimento permite saber como abordar esse cliente de maneira eficiente. Além do mais, saber conciliar esse entendimento com boas práticas de cobrança é a combinação que você precisa para garantir o fluxo de caixa do seu negócio.

Gostou do artigo e quer ter acesso a mais conteúdos como este? Então, assine a nossa newsletter e fique por dentro de tudo.

Você também pode gostar

Deixe um comentário