6 desafios no varejo: será que sua empresa consegue cumpri-los neste ano?

6 minutos para ler

Você sabe quais são os desafios do varejo para este ano? Temos nos deparado com mudanças constantes no nosso meio, seja de forma tecnológica, seja de comportamento ou do cenário onde vivemos. Especialmente em um ano atípico como o anterior, entender qual foi o reflexo dos acontecimentos e os desafios para o próximo período é essencial para traçar estratégias que tragam maiores garantias de sucesso ao negócio.

Nesse sentido, o que o ano de 2021 exige dos varejistas? Confira se o seu negócio consegue atender aos seguintes tópicos para aumentar a satisfação dos seus clientes.

1. Fazer parte da revolução digital

Os clientes estarão cada vez mais conectados e a sua loja precisa estar pronta para acompanhá-los nisso. Tenha presença online, produza conteúdo de qualidade, seja ágil no atendimento dos canais de comunicação (redes sociais e WhatsApp). Crie materiais e postagens que despertem a interação com seu público e traga informações úteis. A presença digital é a que, hoje, vem para impulsionar as vendas no varejo.

Além disso, devemos considerar o ano atípico que passamos. Devido à pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, houve a necessidade de o varejo se adaptar à realidade desse contexto. Por essa razão, se destacaram as empresas que já investiam em plataformas diversas, de modo que pudessem atender ao seu público mesmo com a loja física sem funcionamento — o que reforçou a importância da transformação digital.

2. Estabelecer relações com os clientes.

Lembre-se sempre de que lidamos com pessoas e quanto melhor a relação que você conseguir manter com elas (quanto melhor a experiência de compra que você proporcionar) mais chances de sucesso você terá nas vendas do varejo. Dê atenção a quem procura a sua loja e escolhe a sua marca. Leia de novo “O que faz com que seu cliente volte à sua loja”.

Hoje, quais são as boas práticas para o relacionamento com os clientes? Entre as principais, destacamos:

  • tomar decisões baseadas em dados, especialmente para fazer o mapeamento do perfil do consumidor;
  • adotar práticas de fidelização — oferecer experiência de consumo exclusiva, ter um atendimento de qualidade, contar com uma comunicação clara e objetiva, oferecer treinamentos aos profissionais, entre outros;
  • estar atento ao feedback oferecido pelos clientes.

3. Facilitar o pagamento

Com as comodidades (e necessidades) atuais, não há mais espaço para negócios que não aceitam pagamento em cartão de crédito. Facilite e agilize para seu cliente, sempre. Faça com que seja fácil para ele comprar com você, tanto no método quanto nas condições de pagamento. 

Além disso, em novembro de 2020, surgiu o PIX. Novo meio de pagamentos instantâneos criado pelo Banco Central, com o objetivo de trazer facilidades para pessoas físicas e também para jurídicas. Com essa nova solução, há a possibilidade de fazer transações em pouco menos de 10 segundos, usando apenas o aplicativo da instituição financeira pelo celular.

Nesse sentido, é uma alternativa a mais que o varejo poderá oferecer ao cliente, além do cartão de débito e crédito. Entre as vantagens, destacamos:

  • gratuito para transações entre bancos diferentes;
  • gera um custo menor para as empresas;
  • funciona 24 horas e 7 dias por semana — não há a limitação de não poder enviar o PIX aos fins de semana, como ocorre com o DOC e o TED, por exemplo; entre outros.

4. Colocar o cliente como centro da estratégia do negócio

Entenda a necessidade e o desejo do seu consumidor e coloque-o como centro da estratégia do seu planejamento. Para isso, é preciso que a loja saiba sobre a importância de implementar uma cultura com foco no cliente. Também chamada de customer centric, trata-se de uma metodologia na qual todas as ações do varejo são pensadas com o consumidor como foco. Ou seja, em qualquer estratégia implementada, o objetivo será aperfeiçoar a experiência do cliente.

Para definir uma cultura como essa, alguns passos podem ser seguidos:

  • entenda o que é o sucesso do cliente para a sua empresa;
  • pesquise sobre a jornada do consumidor na sua loja;
  • defina qual é o papel dos líderes de vendas em seu estabelecimento;
  • tenha um bom planejamento anual.

5. Ter um posicionamento bem definido 

Talvez, a sua marca não agrade a todos os públicos. E tudo bem. O varejo atual exige posicionamento, que deixe claro quem é você, o que quer, para quem quer vender e por quê. Para isso, o ideal é contar com um branding bem estabelecido — cujas ações da empresa estejam sempre relacionadas a propósito, valores, posicionamento e identidade visual. Assim, você tornará a sua empresa mais atrativa, vai prospectar mais, além de diferenciá-la da concorrência.

Ainda, se preocupe em investir nas estratégias de marketing digital. Entre as dicas importantes, destacamos:

  • construa uma presença online;
  • conheça o seu público;
  • tenha o site da loja sempre atualizado;
  • tenha um blog;
  • produza conteúdos de qualidade.

6. Investir em ações sustentáveis. 

Abrace as soluções sustentáveis na sua loja. Repense as embalagens, as sacolinhas plásticas e pense em como o seu negócio, o seu produto e a sua equipe podem ser mais amigáveis com o meio ambiente. No mercado, o índice ESG busca avaliar as operações das empresas em três eixos de sustentabilidade (meio ambiente, social e governança). O negócio que conta com essa avaliação se destaca positivamente.

Para um estabelecimento mais sustentável, sugerimos:

  • evitar o uso de descartáveis;
  • investir e priorizar a reciclagem;
  • incentivar a educação ambiental; entre outros.

Neste material, você pôde entender quais são os desafios do varejo para 2021. É essencial que a empresa esteja por dentro desses pontos. Afinal, há a possibilidade de buscar estratégias relevantes e que consigam trazer resultados mais atrativos para o negócio. Consequentemente, os números preestabelecidos no planejamento serão alcançados com maior êxito.

E aí, está preparado para assumir essas transformações na sua empresa? Compartilhe esta publicação em suas redes sociais para que seus amigos também conheçam esses desafios!

Você também pode gostar

Deixe um comentário