Retenção de talentos: confira 3 ações para aplicar na empresa

3 minutos para ler

Você sabia que buscar estratégias para a retenção de talentos é essencial para as empresas? Quando há uma alta taxa de turnover, os profissionais que estiverem em seu quadro de colaboradores se sentem mais inseguros, uma vez que traz a impressão de que não há estabilidade naquele negócio. Consequentemente, existem os riscos de a produtividade cair, além de trazer prejuízos para o clima organizacional (percepção que as pessoas têm sobre os mais variados processos da sua empresa).

Além disso, devemos destacar que demitir e contratar colaboradores gera custos para o negócio. Por isso, é essencial trazer ações que contribuam para a retenção. Pensando nisso, elaboramos este material para que você confira algumas delas.

Continue a leitura e saiba mais!

1. Oferecer benefícios alinhados ao perfil comportamental

Oferecer benefícios corporativos é essencial para a retenção de talentos. Contudo, o ideal é que a empresa entenda o perfil comportamental de sua equipe e traga benefícios que vão além daqueles já obrigatórios (vale transporte, por exemplo). Assim, há a possibilidade de oferecer ganhos ao profissional que, de fato, se alinhem à sua realidade e às necessidades de seu dia a dia.

De acordo com uma pesquisa feita pela Catho, mais de 40% dos profissionais consideram importante um pacote de benefícios atrativo, o que comprova a necessidade de a equipe se preocupar com essa questão. Existem aqueles benefícios que são mais valorizados pelas equipes, como plano de saúde, participação nos lucros, além daqueles que visam trazer maior bem-estar e qualidade de vida no trabalho.

2. Cultivar uma cultura organizacional sólida

A cultura organizacional é um conceito que visa traduzir a forma como a empresa lida com seus profissionais, clientes e fornecedores. Nesse sentido, é essa definição que vai guiar as principais decisões necessárias para que a empresa esteja preparada para o futuro, contribuindo para desenvolver o capital humano.

Inclusive, esse último ponto está diretamente relacionado à retenção de talentos. Afinal, é por meio da cultura que a empresa demonstrará para sua equipe quais são as expectativas criadas para o comportamento de cada um, além de definir aqueles valores considerados essenciais de serem praticados no dia a dia. Naturalmente, a contratação de novas pessoas será baseada nesses critérios, outro ponto relevante para a retenção.

3. Fazer a gestão do clima organizacional

Conforme abordado, o clima organizacional é a percepção que profissionais têm sobre os mais diversos aspectos da empresa (política de benefícios, práticas, lideranças etc.). Nesse sentido, ao fazer o diagnóstico do clima por meio de pesquisas, consequentemente o negócio tem informações relevantes para a tomada de decisão.

Assim, há como melhorias:

  • identificar quais são as barreiras de desempenho existentes;
  • melhorar o ambiente de trabalho como um todo;
  • otimizar as lideranças;
  • aumentar a motivação dos colaboradores; entre outros.

Neste material, você pôde entender qual é a importância das estratégias de retenção de talentos, além de conferir dicas importantes que contribuem nesse sentido. Em um negócio, a valorização do profissional deve ser uma das principais preocupações da gestão, justamente por possibilitar que ele esteja engajado em suas funções e pesquise continuamente por atividades inovadoras para as suas demandas.

Gostou deste material? Compartilhe em suas redes sociais para que seus amigos também conheçam essas estratégias!

Você também pode gostar

Deixe um comentário